domingo, 19 de abril de 2009

O PROCESSO

Sócrates alterou a estratégia em relação a este caso. Em Janeiro, depois de se saber que o seu nome consta numa lista de suspeitos da polícia inglesa sobre alegadas irregularidades na aprovação do Freeport, desdobrou-se em declarações, comunicados e reacções, tendo mesmo convocado os jornalistas por duas vezes.

Agora deixou de fazer comentários sobre a investigação. Paralelamente, passou a actuar judicialmente e encarregou o seu advogado, Daniel Proença de Carvalho, de apurar se há matéria para apresentar queixa contra quem o esteja a difamar.

Segundo noticiou ontem o semanário "Expresso", foram já apresentadas queixas-crime contra José Eduardo Moniz, Manuela Moura Guedes, Ana Leal, Carlos Enes e Júlio Barulho, todos da TVI, pela exibição do referido DVD e por notícias relativas ao caso Freeport emitidas pelo operador privado de TV. Também processados foram Cristina Ferreira, Paulo Ferreira e José Manuel Fernandes, do PÚBLICO, pela edição do trabalho sobre a compra, abaixo do valor real, do apartamento na Rua Castilho, em Lisboa, onde vive o primeiro-ministro. O jornalista do "Diário de Notícias "João Miguel Tavares foi também processado por uma crónica que assinou no jornal.

9 comentários:

José Maria Martins disse...

Quando um PM começa a atacar jornalistas, que apenas exerceram o seu trabalho de investigar, de noticiar o PM está perdido e o País dele uma democracia formal, meramente formal.
Expresso aqui a minha solidariedade para todos os jornalistas.
Fica a sensação que se trata de uma atitude irreflectida do PM que tem de merecer repúdio e uma resopsta cívica forte.

Lifepassenger disse...

É pena ver que o 25 Abril não mudou assim tanto este nosso Pais !

Karocha disse...

Fica aqui escrita a minha solidariedade Também.

Cumprimentos

Manuela Diaz-Bérrio

Fartinho da Silva disse...

Estou de boca aberta com tanto disparate deste tal José Pinto de Sousa que chegou a Primeiro Ministro sabe Deus como...!

De facto, dizer-se que vivemos em Democracia e em liberdade é gozar literalmente connosco.

Vitor Soares Maganinho disse...

Para o PM o jornalismo devia limitar-se a Fátima Campos Ferreira e a programas como o Prós & Prós.

Abraço

Vera Carvalho disse...

E se lhe disser que pode fazer directamente perguntas ao Eng. Socrates ?

Ver in Cogitare em Saúde.
http://cogitare.forumenfermagem.org/

Carlos Enes disse...

Obrigado a cada um de vós (é diferente de dizer obrigado a todos)!

N's

N disse...

Está bem acompanhado
Abraço

Ana Cristina Leonardo disse...

processar um assistente de câmara é um pouco estranho, é o que eu acho.