segunda-feira, 16 de novembro de 2009

"O sítio, manhoso, pobre, deprimido, cheio de larápios, recheado de mentirosos e obviamente cada vez mais mal frequentado, vai rapidamente retomar a sua vidinha triste e cinzenta. E as autoridades do costume vão imediatamente tomar as medidas necessárias e suficientes para impedir que algum espião perverso ao serviço de forças ocultas possa mais alguma vez perturbar os negócios, os arranjinhos, as vigarices e os tráficos de influência das mais altas figuras do Estado de Direito. É caso para dizer que o sítio não tem presente, não tem futuro, mas tem almeidas competentes e eficazes que no momento certo varrem o lixo para as profundezas do Inferno".

António Ribeiro Ferreira, "Almeidas do Regime", in Correio da Manhã

4 comentários:

dalmata disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
dalmata disse...

Olha, a minha pergunta foi censurada:-), não é só na TVI:-)

Anónimo disse...

Pois é Carlinhos não gostam que vos calem o piu e fazes isso aos outros agora so publicas aquilo que te interessa isso e a democracia e a liberdade que tanto demonstravas ter.

N disse...

O ARF continua a dizer o que pensa.
E traduz o que muito português sente.
Vivemos neste estado há umas centenas de anos. Não é de estranhar que muitos sintam esta anormalidade normal.
Somos um país que valoriza o esperto e reprime o inteligente, que valoriza a subserviência e reprime a criatividade e a liberdade de pensamento, mas espantosamente somos um povo forte, que só assim se resiste a tanta mediocridade.
Posso não concordar muitas vezes com o ARF, mas respeito a capacidade de dizer o que muitos pensam mas é melhor, mais seguro, calar.

Abraço aos dois.